segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Por terras sem sombra

Com este solinho gostoso, e uma vontade danada de andar por aí, na sexta feira, depois de meio dia de trabalho, decidimos "meter a casa às costas" e ir onde nos levasse o vento. A primeira paragem foi em Cuba. Chegámos já quase ao anoitecer, demos uma voltinha para um reconhecimento geral e escolhemos um jardim num cantinho sossegado para jantarmos e passarmos a noite. Depois do jantar e como os caes precisam de dar um passeio, fizemos-lhes companhia e travámos conhecimento com pessoas da terra. Sentimo-nos logo em casa. De manha foi levantar cedo para conhecer a Vila e tirar algumas fotos que partilho convosco.













14 comentários:

Maria disse...

Lindo.....
Apetece-me voltar lá, e rapidamente...
Obrigada pela partilha.

Beijo

Maria P. disse...

Conheço, é um lugar belíssimo.


Beijinho*

Ana disse...

Adorei, mas qual o motivo para as ruas estarem desertas?
Era a hora da sesta?

alguém disse...

LIndas fotografias. Ficamos com uma sensação de paz...

E o céu, tão azul

Natalie Afonseca disse...

Hummm...fotos fantásticas, sim senhora!

Obrigada pelo comentário lá na teia ;)

Ana Luar disse...

A quem desconhece recomendo a visita pk é belissimo.

dina disse...

ó ana :) eu acho que as ruas no alentejo são sempre assim ... vazias
pelo menos nas terras mais escondidas. costumo visitar uma terrinha perto de Évora e fico sempre farta de lá estar, só porque as pessoas não saiem à rua. nem carros têm, mas ficam em casa

darkman disse...

nice :)

rui disse...

Olá Despertando

Também gosto de viajar assim, um pouco ao acaso, tem um sabor especial de aventura!
As fotos que nos mostras estão lindíssimas.

Abraço


P.S. Gostei imenso da tua foto desta semana no PPP.

Rui Caetano disse...

Imgens muito bonitas e cheia de mem´rias agradáveis. Um bom fim de semana.

Maria P. disse...

12 palavras na Casa.


Beijinhos*

bettips disse...

Isto sim, é progresso! Ai este Alentejo... se a gente lhe desse para mudar, estimar, glorificar "os sítios onde o tempo é belo" porque as pessoas o fazem... Exemplos. Adorei as fotografias, evidente.
Bjinhos

PoesiaMGD disse...

Obrigada pela partilha! Não conheço mas fica a vontade de conhecer!
Um abraço

Boo disse...

É tão bom andar assim à deriva... :)

Bela reportagem! :)